A Ulmeiro Renascida

ulmeiro

 

O Peixinho já se fartou de aqui falar da livraria Ulmeiro (nome correcto Livrarte, embora ninguém a conheça por esse nome), um alfarrabista/editor de Benfica que se encontrou em risco de fechar e que tem vindo lentamente a recuperar visitantes e a ser dinamizado. Podem ver artigos aqui e aqui.

Esta semana saiu mais uma notícia acerca deste renascimento, já que o dono e editor da Ulmeiro vai voltar à carga com novas edições de literatura portuguesa e brasileira. Para serem vendidos na livraria própria e não só.

Vai fazer também uma exposição sobre os 50 anos de história da sua editora na Fábrica do Braço de Prata sem data marcada ainda.

Eu fico muito contente por ver quando passo por lá diariamente no meu regresso a casa que a livraria tem sempre gente a desbravar aquelas largas centenas de títulos à procura dum tesouro especial. Eu própria já passei por lá muitas vezes, essencialmente em busca de poesia, mas ainda não encontrei o livro que me espera.

Se estiverem em Lisboa/Benfica passem por lá, vale a pena. Até lá, boas leituras!

Notícia e foto aqui.

Anúncios

Ainda a Livraria Ulmeiro

Ulmeiro
Foto do Público

Já se tinha falado da  Livraria Ulmeiro neste blog, a livraria/alfarrabista que se encontrava em risco de fechar em Benfica (posts aqui e aqui). Soube esta semana pelo Público que esse problema está sanado, e o gato vai continuar à porta da livraria do costume.

Para a resolução do problema contribuiu a divulgação que foi feita, a maior afluência de visitantes, os leilões online e vontade do senhorio.

Há agora que continuar a dinamizar, talvez apostar em alguma organização do espaço e da colecção, e eu com certeza continuarei a ser assidua visitante.

Noticia aqui.