Uma Vida Esquecida

Antonio Maria Lisboa

Para o Fernando Alves dos Santos

Eu conheço o vidro franja por franja

meticulosamente

à porta parado um homem oco

franja por franja no espaço

meticulosamente oco uma porta parada.

Um relógio dá dez badaladas ininterruptamente

dez badaladas por brincadeira dança

um homem com pernas de mulher

e um olhar devasso no Marte

passo por passo uma criança chora

uma águia e um vampiro recuados no tempo.

António Maria Lisboa

One thought on “Uma Vida Esquecida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s