Passarinhos

Poemas à Segunda

Subo às tuas cavalitas

como quando tinha cinco anos

e a vida era simples.

Dos teus ombros vejo o mundo

até perder de vista.

Vejo uma linha reta

até um dia em que já não estás

para me dares a mão

e irmos aos passarinhos,

mesmo que eu ache que isso não se faz.

O mundo ficou mais vazio,

mesmo que tenha mais passarinhos.

Peixinho de Prata, 2018

Anúncios

3 thoughts on “Passarinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s