Livros com muita vida

alfarrabista

Já aqui falei várias vezes que a maioria dos livros que ainda compro é em alfarrabistas, mesmo quando o faço na Feira do Livro, e são várias as razões que me levam a fazer isto.

Primeiro porque acho que os livros em Portugal são muito caros, falta-nos a figura do paperback baratinho e acessível de transportar. É um dos defeitos de sermos um mercado ridiculamente pequeno, se não compensa investir em autores diferentes, muito menos em formatos diferentes para o mesmo autor.

Mas também por uma questão de reciclagem. Sou uma recicladora activa (e activista, sempre a arengar sobre o assunto), por isso também nas letras me parece relevante fazer o mesmo. Não me faz confusão nenhuma não ler um livro assim que sai (ok, não desde que me passou a febre do Harry Potter), e fico com uma certa satisfação interna ao pensar nas árvores que foram poupadas.

Foi pois com muita satisfação que esta semana li esta notícia que nos diz que o negócio de compra e venda de livros escolares em segunda mão tem crescido imenso nos últimos anos. E isto com vários desafios acrescidos como pedir aos petizes que deixem os livros em bom estado no fim do ano, esperar que as escolas e as editoras mais uma vez não troquem as voltas aos pais que tentam poupar algum (significativo) dinheiro no orçamento familiar. Este é sem dúvida um tema/debate que nos levava longe e que não se esgotaria nas linhas deste blog, mas fico contente por ver o esforço que as pessoas fazem em aproximar vontades quando necessário.

Anúncios

2 thoughts on “Livros com muita vida

  1. Para além da reciclagem e da preservação das árvores como apontaste, a ida ao alfarrabista quase sempre nos reserva surpresas, como encontrar um título já há muito fora das prateleiras das grandes livrarias ou ainda encontrar um livro com as marcas (de leitura, de manuseio etc.) deixadas por outra pessoa leitora; talvez aqui eu esteja a aflorar o meu lado fetichista pelo objecto, o livro.

    No que toca aos livros escolares, concordo que, com a reutilização de livros de segunda mão, os pais e os educadores fazem grande favor aos miúdos, ensinando-os a cuidar e a poupar.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s