Os Anjos Que Morrem

The Angels Die

Foi só este ano que comecei a ler livros através do Netgalley mas devo dizer que já consegui verdadeiras pérolas. Deu-me principalmente acesso a livros exóticos, de outras partes do mundo, autores novos (para mim), mas também livros novos de autores que eu já gostava.

Desta vez levou-me até à Argélia dos anos 30. Yasmina Khadra, apesar do seu nome feminino, é na realidade um antigo militar argelino que para se proteger e fugir à censura escreveu os seus livros sempre em nome de mulher.

Este livro encontra-se traduzido em português, mas com um título que não me apelava muito (Os Anjos Morrem das Nossas Feridas). Talvez por isso só agora me deparei com ele, em parte devido ao poder de síntese anglo-saxónico que tornou o título mais chamativo (The Angels Die).

O livro conta-nos a história de Turambo e com ela a história dum momento num país. A sua realidade colonialista, de segregação racial, mas também a luta dum homem para se afirmar na sociedade, na vida e no amor quando as circunstâncias já lhe eram desfavoráveis à partida. Como a história argelina me era grandemente desconhecida, foi mais um incentivo para ir pesquisa e descobrir um país novo. Não é necessariamente um livro fácil, bonito, com romance de final feliz, mas isso só o torna mais semelhante à vida.

Gostei muito, fiquei com vontade de descobrir mais livros deste autor. Aconselho a todos os que se querem aventurar em leituras fora dos temas tradicionais, e fora do mundo anglo-saxónico a que estamos habituados.

Goodreads Review

If we look closely at our lives, we realise that we are not the heroes of our own stories. However much we feel sorry for ourselves or enjoy a fame based on fleeting talent, there will always be someone better or worse off than us. Oh, if only we could put everything into perspective – affectation, honour, sensitivity, faith and self-denial, falsehood as well as truth – we would doubtless find satisfaction even in frugality and realise very soon to what extent humility preserves us from insanity; there is no worse madness than thinking the world revolves around us.

Anúncios

One thought on “Os Anjos Que Morrem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s