Tantos livros, tanta falta de vontade

Livros

Os escritores descrevem o chamado writer’s block como aquela altura em que ficam encalhados numa história sem saber que volta lhe dar a seguir. Há inúmeras técnicas desenvolvidas para combater isto, cheguei a aprender algumas engraçadas nas aulas de Escrita Criativa.

Neste momento estou com o menos conhecido, mas não menos assustador Reader’s Block. Acabei recentemente o Equador, o 33º livro deste ano, e por mais voltas que dê não consigo ler mais nada.

Quer dizer, já comecei pelo menos 3 livros desde que terminei o último. Tentei a saga Wheel of Time do Robert Jordan, porque me está a apetecer um livro de fantasia, mas as críticas online não são grande coisa, e com os seu já 14 volumes tive de receio de embarcar num novo Game of Thrones sem final à vista, e sejamos sinceros, à segunda só cai quem quer. Por isso abandonei-o.

Depois tentei o Hyperion, do Dan Simmons, que é mais ficção cientifica, mas ao fim de 20 páginas a única coisa que me ficava gravada na memória é que o livro tem quase 500 páginas e sinceramente não me estava a apetecer.

Estou este ano a ler/reler os Poirots da Agatha Christie, mas eu sou (pouco) obsessiva e tenho de os ler cronologicamente (ordem de publicação), e o seguinte na lista era um conjunto de short stories, que mais uma vez não é o que procuro.

Portanto, e depois de olhar para todas as pastas do Kindle, pu-lo de lado. Passei às prateleiras lá de casa. Tenho o próximo volume do Sandman, mas não ando com ele no autocarro, por isso problema não resolvido. Aquilino Ribeiro que trouxe do alfarrabista e também tenho em espera cá por casa, é demasiado complexo para tudo o que se passa na minha cabeça neste momento.

E pronto, estou num beco sem saída. Apetece-me uma história cativante e envolvente, mas a menos que o livro me caia na cabeça, parece-me que não vai acontecer tão cedo.

Anúncios

7 thoughts on “Tantos livros, tanta falta de vontade

  1. Olá, Peixinho de Prata, acabo de encontrar o seu blogue e deparei-me com este artigo, que é uma confissão de leitor. De facto, por vezes, lamentamo-nos do “bloqueio” sofrido pelo escritor e, entretanto, não raramente nos olvidamos que, enquanto leitores, também enfrentamos dilema parecido. Obrigado por trazer à tona o tema.

    Entretanto, permita-me sugerir um título. No exacto momento, estou a reler o romance “Changes: A Love Story”, de Ama Ata Aidoo. É uma autora de que gosto bastante e cujas narrativas são críticas e envolventes. Há pouco tempo, dela eu também li “Our Sister Killjoy”. Deixo-lhe as dicas. Abraço.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s